Assinatura geológica e influência do uso e da ocupação do solo na geoquímica de águas e sedimentos da bacia do ribeirão Caraça, Catas Altas, MG

  • Milene Aparecida Monteiro Mendes
  • Mariangela Gracia Praça Leite
  • Jorge Carvalho de Lena

Abstract

O presente trabalho foi realizado na bacia hidrográfica do ribeirão Caraça, no município de Catas Altas, Minas Gerais. O objetivo principal foi obter parâmetros químicos e físico‑químicos para caracterizar a geoquímica das águas e sedimentos desta bacia e determinar a real influência das atividades antropogênicas presentes na área. As nascentes do ribeirão Caraça se encontram em uma área de preservação ambiental (Parque Natural do Caraça), isenta de contaminação antrópica; porém, ao longo da bacia, existem diversos problemas de ordem ambiental, que podem ter origem na presença de áreas urbanas, atividades de mineração e agrícolas. Para este trabalho, foi realizado um estudo do uso e da ocupação do solo e monitorados 24 pontos, onde foram realizadas análises sazonais de água (pH, Eh, condutividade elétrica e oxigênio dissolvido) e medidos os teores de SO42-, Cl- e HCO3- (alcalinidade), além de metais (Al, Fe, Mn, Mg, Ca, K, Ti, P, As, Ba, Co, Cr, Cu, Ni, Sr, V, Zn e Zr, Na, K, Ca e Mg). Esses mesmos elementos foram determinados nas amostras de sedimentos. Os resultados permitiram dividir a bacia em três áreas distintas, com diferente ocupação e geoquímica. Apesar das atividades antropogênicas mostrarem grande influência sobre a geoquímica das águas, a composição dos sedimentos é influenciada fundamentalmente pela geologia local.

Palavras-chave: água, sedimento, Caraça.

Author Biographies

Milene Aparecida Monteiro Mendes
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) –Ouro Preto (MG), Brasil.
Mariangela Gracia Praça Leite
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) –Ouro Preto (MG), Brasil.
Jorge Carvalho de Lena
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) –Ouro Preto (MG), Brasil.
Published
18-12-2013
Section
Articles